Participe da comunidade do meu Blog

domingo, 28 de fevereiro de 2010

Só manobra de última hora evitará cassação de Martini

Foto: Walter Fernandes - Milton Martini prefeito de Sarandi

A tendência verificada junto aos dez vereadores aponta para a perda do mandato do refeito, pois as provas obtidas pela Comissão Processante são consistentes e irrefutáveis

A Câmara de Vereadores de Sarandi realiza nesta segunda-feira (1º) uma sessão histórica: vai julgar o prefeito Milton Martini (PP) por “omissão e negligência na aplicação de rendas e direitos do município”, com base no artigo 4º, inciso 8º, do Decreto-Lei 201/67; e por “proceder de modo incompatível com o decoro e a dignidade para o exercício do cargo”, com base no artigo 4º, inciso 10, do mesmo decreto. A sessão começará às 8 horas, não tem previsão de término, mas a tendência é de cassação do mandato do prefeito.

Durante a semana, a reportagem de O Diário conversou com todos os vereadores e eles foram unânimes em afirmar que as provas obtidas pela Comissão Processante (CP) “são consistentes e irrefutáveis” e “o prefeito em nenhum momento apresentou uma defesa convincente”. Soma-se a isso a grande insatisfação popular com a administração de Martini, o que torna o clima político propício para a cassação do mandato do prefeito.

Numa estratégia para evitar o possível assédio do prefeito e seu grupo, nove vereadores foram, na sexta-feira, para uma propriedade rural da região, onde deverão permanecer incomunicáveis até amanhã. De lá, eles irão direto para a sessão da Câmara. Apenas o vereador José Nito da Silva (PSDB) não está com o grupo, pois preferiu ir para praia.


Sereno e confiante
O prefeito Milton Martini não foi encontrado para falar sobre o assunto, na sexta-feira, nem ontem de manhã. A informação obtida pela reportagem foi de que ele, na sexta-feira, estava reunido com assessores estudando o processo e traçando sua defesa.

O irmão dele, e advogado, Celso Martini, confirmou que “o prefeito passou os últimos dias tratando de sua defesa, ao mesmo tempo em que realizava o trabalho que cabe a um prefeito”. O advogado disse que seu irmão fará as alegações finais durante a sessão de julgamento e que “o prefeito realizou várias reuniões e se mantém sereno e confiante”.


Sessão será longa
A expectativa é de que a sessão dure entre 10 e 12 horas. Além da CP fazer a leitura das 60 páginas do relatório final, que recomenda a cassação do mandato do prefeito, terá ainda que ler as 544 páginas que compõem todo o processo.

De acordo com o advogado que assessorou a CP durante todo o processo, Avanilson Araújo, o julgamento será demorado e complexo. Como a Lei Orgânica do Município de Sarandi não prevê o ritual de uma sessão de julgamento, o presidente da Câmara, Silas Morais (DEM), optou por seguir o previsto pelo Regimento Interno da Câmara e pelo Decreto Lei 201/67, que dispõe sobre a responsabilidade de prefeitos e vereadores e que embasaram os trabalhos da CP.

“Por esse ritual, a sessão será aberta às 8 horas, o presidente abrirá a plenária e convocará os vereadores, iniciando o rito”, explica. Conforme o advogado, na sequência os integrantes da CP começarão a leitura do relatório final. “Depois de lido o relatório, começa o ritual de leitura do processo”, informa.

Araújo lembra que é entendimento de juízes e tribunais que apenas as partes mais importantes do processo necessitem ser lidas, “senão a gente perde muito tempo lendo até os carimbos de cada folha”, mas isso depende de um acordo com a defesa.

Caso se opte pela leitura das peças mais importantes, como denúncia, testemunhos principais e defesas prévias, o julgamento pode até ter seu final antecipado. Do contrário, a sessão pode se estender noite a dentro. Araújo explica que além de toda a leitura, cada vereador terá ainda, no final, 15 minutos para usar a tribuna e discorrer sobre o assunto. Em seguida, a defesa do prefeito, que pode ser feita por ele próprio ou por um advogado, terá 2 horas para falar.

“Só depois de tudo isso é que o presidente inicia a votação”, informa Avanilson Araújo, lembrando que a votação é nominal e aberta. “Cada vereador irá se levantar e anunciar sua decisão: cassação ou arquivamento do processo”. E mais: serão duas sessões de votação. “Uma para cada acusação e qualquer uma pode resultar na cassação”.

A primeira votação será com base no artigo 4º, inciso 8º, do Decreto-Lei 201/67. Se a maioria dos vereadores votarem a favor da cassação, o prefeito poderá estar automaticamente fora do cargo, independente do resultado da segunda votação. Se for absolvido nesta primeira votação, ainda poderá perder o cargo na segunda, quando os vereadores votam a acusação de falta de decoro, com base no artigo 4º, inciso 10, do mesmo decreto.

Terminada a votação, o ritual pode seguir dois caminhos. Se a acusação não obtiver os sete votos necessários para cassar o mandato do prefeito – maioria absoluta, já que a Câmara de Sarandi tem 10 vereadores – o processo é arquivado e Milton Martini segue sua administração.

Se sete vereadores votarem a favor da cassação, o presidente da Câmara emite imediatamente um Decreto Legislativo determinando a perda do mandato do prefeito e a comunicação à Justiça Eleitoral.

A previsão do advogado é de que, nesse caso, o cargo de prefeito fique vago e o presidente da Câmara assuma interinamente,por até quatro dias, até que a sentença seja publicada e o Tribunal Regional Eleitoral se manifeste, marcando a posse do vice-prefeito, Carlos de Paula. “A posse é dada em outra solenidade na própria Câmara de Vereadores”, completou o advogado da comissão, criada em 30 de novembro de 2009.Fonte: O Diário, reportagem Edmundo Pacheco

Leia mais >>

Arqueólogos encontram em Jerusalém muralha atribuída ao rei Salomão

Arqueólogos israelenses descobriram em escavações realizadas junto à Cidade Antiga de Jerusalém os restos de uma muralha do século 10º a.C., que poderiam confirmar a descrição bíblica dos tempos do rei Salomão.

Uma parte da muralha, de 70 metros de comprimento e seis de altura, foi encontrada em um local de nome Ofel, entre a conhecida como Cidadela de Davi e a parede sul do Monte do Templo judeu, também conhecido como Esplanada das Mesquitas muçulmana.

Tara Todras Whitehill/AP

Arqueóloga Eilat Mazar (de vermelho), que lidera pesquisa sobre muralha atribuída ao rei Salomão

Empreendidas nos últimos meses, as escavações fazem parte de um projeto da Universidade Hebraica de Jerusalém, a Autoridade de Antiguidades de Israel e outras instituições, e conta com o financiamento de patrocinadores americanos.

Sua diretora, Eilat Mazar, data a muralha com base em fragmentos de vasilhas descobertas nos arredores. Segundo ela, os objetos são de tempos do reinado de Salomão, o período de maior construção até então em Jerusalém e quando foi erguido o Primeiro Templo judeu, segundo o Antigo Testamento.

"Esta é a primeira vez que se descobre uma estrutura desse período que pode ter uma correlação com as descrições das obras de Salomão em Jerusalém", afirma.

"A Bíblia conta que Salomão construiu, com ajuda dos fenícios, que eram excelentes construtores, o Templo e seu novo palácio e que os rodeou com uma cidade. O mais provável é que estivesse conectada à muralha mais antiga da Cidadela de Davi", explica a diretora das escavações.

No local, foram desenterradas também uma monumental guarita de vigilância de seis metros de altura e uma torre que serviria de mirante para proteger a entrada da cidade, que são características do estilo do Primeiro Templo.

Deste período datam os antigos povoados israelitas de Meguido ou Be'er Sheva, declaradas em 2005 Patrimônio Mundial da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

Bíblia histórica

Tara Todras Whitehill/AP
Arqueóloga Eilat Mazar, que lidera pesquisa sobre muralha atribuída ao rei Salomão; segundo ela, resultado reforça exatidão bíblica

Para a arqueóloga, os restos da muralha representam uma prova adicional da exatidão com que as sagradas escrituras descrevem o esplendor do período dos reis Davi e Salomão.

Ela cita o Primeiro Livro de Reis (3:1), no qual "Salomão se tornou parente do então Faraó do Egito, pois se casou com sua filha Anelise e a trouxe à cidade de David, quando terminava de construir sua casa, a casa de Jeová e os muros de Jerusalém ao redor".

As pesquisas sugerem que os restos da muralha revelam a presença de uma monarquia e que a fortaleza e forma de construção indicam um alto nível de conhecimentos de engenharia.

Os vestígios estão em um ponto estratégico, no alto do vale do Kidron, hoje limite da Cidade Antiga de Jerusalém.

"Ao comparar as últimas descobertas das muralhas e portas da cidade do período do Primeiro Templo e os restos de vasilhas encontrados no local, podemos assegurar com bastante certeza que os muros são da cidade construída pelo rei Salomão em Jerusalém, na última parte do século 10º a.C", afirma Mazar.

A inscrição encontrada em um fragmento de vasilha descreve: "do supervisor do pa...", que a arqueóloga acredita se referir ao "supervisor do padeiro", um oficial responsável por controlar o fornecimento de pães à corte real.

Outros fragmentos contêm as palavras "do rei", e também foram encontrados selos de cera com dezenas de nomes.

Guia

O explorador britânico Charles Warren descreveu o traçado da muralha em 1867, mas sem atribuí-lo à época de Salomão, cuja monarquia ficou conhecida pelas "decisões justas" ou "salomônicas".

Nesse contexto de difícil equilíbrio, cabe se perguntar se a Bíblia pode servir ou não de guia arqueológico, uma polêmica que enfrenta duas tendências na arqueologia israelense e especialmente incerta no que se refere às descobertas em torno do período do rei Davi e de seu filho Salomão.

Mazar pertence à corrente que reconhece a validade do relato bíblico, enquanto arqueólogos da Universidade de Tel Aviv acham que o Pentateuco não está isento de interesses políticos de seus autores e que as monarquias de ambos os reis não eram uma potência regional como descreve o livro sagrado. Fonte: Folha Online, reportagem de DANIELA BRIK da Efe, em Jerusalém

Leia mais >>

Escolhendo a vida: palestra para jovens em Pulinópolis

Na tarde deste domingo (29) tive o privilégio de ministrar uma palestra para os jovens de Pulinópolis, distrito de Mandaguaçu. A reunião ocorreu no templo da Igreja Assembleia de Deus que é pastoreada pelo Pb Rubens Amorim, agradeço o carinho de todos e com o tema: "Escolha a vida ao vencer as tentações" conseguimos comunicar em um ambiente muito descontraído onde os jovens interagiram comigo refletindo um pouco mais sobre a vontade de Deus para as nossas vidas, uma tarde muito especial para as nossas vidas.
Pb Rubens Amorim, pastor da AD de Pulinópolis, Ev Luciano Brito e Amauri líder de jovens.




Leia mais >>

Mortos em tremor passam de 700 e devem subir no Chile, diz presidente

AP - Moradores observam prédio que desabou em Concepcion, no Chile; presidente Michelle Bachelet confirma 708 mortes em tremor

A presidente do Chile, Michelle Bachelet, informou em coletiva de imprensa neste domingo que os mortos no tremor de 8,8 graus na escala Richter que atingiu o país na madrugada de ontem chegam a 708. Segundo ela, o número de vítimas ainda deve aumentar.

"Foi uma catástrofe gigantesca, e os mortos certamente devem subir. Reforçamos a nossa força aérea, a polícia e o Exército, mas precisaremos da ajuda internacional", disse Bachelet.

Segundo ela, os hospitais "estão destruídos", e equipes de resgate formadas por soldados e policiais e membros do Corpo de Bombeiros participam das operações de resgate.

Bachelet disse ainda que o presidente eleito, Sebástian Piñera, e seu ministro do interior trabalham para coletar todas as informações, que serão divulgadas quando ele assumir. A cerimônia de posse está prevista para o dia 11 de março.

"Estamos nos coordenando para que a transição seja suave", disse a presidente, acrescentando que irá "trabalhar ininterruptamente até o final de seu governo" pela recuperação do terremoto. "Precisaremos também da coperação da população", afirmou;

A presidente disse ainda que seu governo trabalha no processo de purificação de água do mar, para que seja transformada em água potável.

O terremoto, um dos mais fortes da história, gerou alertas de tsunami em toda a costa do Pacífico, sem que tenham sido registrados danos importantes. Mesmo assim, o Japão e o Havaí organizaram retiradas de suas populações costeiras para evitar mais uma tragédia.

Santiago

A capital Santiago, a cerca de 320 quilômetros do epicentro, foi atingida duramente pelo sismo. O aeroporto internacional está fechado por a menos 24 horas uma vez que o terremoto destruiu calçadas e quebrou vidros de portas e janelas.

O metrô da capital foi fechado e os transportes ficaram limitados por causa das centenas de ônibus que ficaram presos devido a uma ponte que foi danificada pelo tremor.


Um prédio de 15 andares desmoronou e deixou mais de 100 pessoas sob os escombros em Concepción, a maior cidade mais próxima do epicentro do tremor de magnitude 8,8 e que possui cerca de 670 mil habitantes. Carros foram virados e soterrados por uma ponte que caiu na capital Santiago. Linhas de telefonia e de energia caíram, tornando difícil identificar o tamanho do estrago e das perdas de vidas causados pelo terremoto.

Em 1960, o Chile foi atingido por um terremoto de magnitude 9,5, um dos mais fortes já registrados. O tremor devastou a cidade de Valdivia, matou 1.655 pessoas e causou um tsunami que atingiu a Ilha da Páscoa, distante 3.700 quilômetros da costa chilena. A onda continuou e chegou ao Havaí, Japão e Filipinas. As ondas que chegaram nas Filipinas demoraram cerca de 24 horas para atingir o país.

O terremoto deste sábado foi sentido em São Paulo e também nas Províncias argentinas de Mendoza e San Juan. Uma série de abalos subsequentes atingiram a região costeira do Chile.

Saques

O número de saques a supermercados e farmácias no Chile vem aumentando neste domingo, após o terremoto que atingiu o país ontem. Os moradores de Quilicura, ao norte de Santiago, invadiram estabelecimentos neste domingo, depois do mesmo ocorrer em Concepción, cidade de meio milhão de habitantes ao sul de Santiago, segundo informações do jornal chileno "La Tercera".

Dezenas de pessoas invadiram os supermercados Líder e Ekono em Quilicura, que permanece sem luz e água.

Em Concepción, foram saqueadas também farmácias no centro da cidade, além de supermercados. Os moradores dividiram água potável dentro dos estabelecimentos.

A polícia do Chile reprimiu a ação, que foi filmada e exibida pela televisão estatal. Os policiais recorreram a jatos de água para dispersar a multidão.

A prefeita de Concepción, Jacqueline van Rysselberghe, reconheceu que a situação no local está saindo do controle por causa do desabastecimento progressivo. Fonte: Folha Online com agências internacionais

Leia mais >>

Decisão da Justiça garante realização do julgamento de Martini

Milton Martini, prefeito de Sarandi, tentava na Justiça dissolver Comissão Processante que pedia cassação de seu mandato. O juiz Loril Leocadio Bueno Júnior negou pedido e julgamento na Câmara de Vereadores será realizado na segunda-feira

O juiz da comarca de Sarandi, Loril Leocadio Bueno Júnior, negou a concessão do mandado de segurança que impediria a realização do julgamento do prefeito de Sarandi, Milton Martini (PP). Desta forma, está garantida para segunda-feira (1º) a realização da sessão extraordinária que pode cassar o mandato do prefeito. Martini pediu à justiça que dissolvesse a Comissão Processante (CP) formada por vereadores que investigavam irregularidades na administração. No entanto, a decisão do juiz, proferida na tarde desta sexta-feira (26), reitera a legitimidade das investigações.

Duas acusações centrais contra Martini foram investigadas pela CP e servirão de argumento para que os vereadores decidam pela cassação ou manutenção do prefeito no cargo. Em uma delas, Martin é acusado de comprar, sem licitação, produtos agropecuários na loja do então chefe de gabinete da Prefeitura, Ailson Donizete de Carvalho, que se demitiu. São dez bombas para passar veneno e 150 litros de herbicida, que somam R$ 7,7 mil. Martini diz que não sabia que a loja era do funcionário e que já devolveu o dinheiro ao município.

Na segunda acusação, ele é acusado de falta de decoro no exercício do mandato e de não proceder de acordo com as funções que lhe eram impostas. “Houve desvio de finalidade, em que o prefeito usou de seu cargo para outros interesses, que não os da população”, disse Avanilson Araújo, advogado da CP e organizador do relatório que pede a saída de Martini.

Procedimento do julgamento

Na segunda-feira (1º), com a garantia de que a justiça não vai interferir na realização do julgamento, a sessão deve se iniciar com a leitura do relatório que contém mais de 400 páginas. Em seguida, cada um dos 10 vereadores terá 15 minutos para se pronunciarem sobre o processo, mas ainda não devem revelar o voto. Martini ou seu advogado terão então 2 horas para defesa.

O passo seguinte é a votação dos parlamentares. É necessário pelo menos 7 votos para que se confirme a saída de Martini da prefeitura. O resultado é proferido e depois enviado para o Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Como não se trata de uma sessão comum, os parlamentares não poderão se ausentar do plenário até que a sentença seja proferida. Nesse tipo de julgamento, a Câmara de Sarandi precisará do apoio de dois terços dos vereadores da casa, o que representa sete votos, para cassar o mandato do prefeito.

De acordo com Luiz Carlos de Aguiar, vereador presidente da CP, entre os 10 parlamentares, há quatro que prometem votar contra o pedido de afastamento. Aguiar conta com o bom senso dos colegas e também da manifestação da população. “Acho que ninguém irá contra as informações que constam no relatório, mas o que vai demandar é a pressão popular”, disse. Fonte: Jornal de Maringá, reportagem de Hélio Strassacapa

Leia mais >>

Nova Diretoria de adolescentes na AD de Paiçandu Centro


Neste sábado (27) estive pregando no culto dos adolescentes da Igreja Assembleia de Deus de Paiçandu Centro, foi a posse do novo líder Dc Marcos Valentin, a igreja que é uma das mais lindas de Paiçandu é pastoreada pelo Pr Enos Rudolfo, um abraço a todos os adolescentes e membros desta amada igreja e muito obrigado pelo carinho.

Leia mais >>

Servidores estaduais da região continuarão a receber atendimento em Maringá

Hospital Santa Rita se comprometeu a atender os beneficiários do Sistema de Assistência à Saúde (SAS) até confirmação de novo contrato temporário, que deve ser acertado com a própria instituição maringaense

Os beneficiários do Sistema de Assistência à Saúde (SAS) da região Noroeste do Paraná continuarão a receber atendimentos no Hospital Santa Rita, em Maringá. A informação foi divulgada na tarde desta sexta-feira (26) pela Secretaria de Estado da Administração e da Previdência (Seap). Segundo a assessoria de comunicação da pasta, existe a perspectiva de que seja firmado um novo contrato temporário com o hospital maringaense que, por enquanto, seguirá atendendo o funcionalismo estadual.

A notícia veio como um alívio para quase 45 mil servidores estaduais, que corriam o risco de perder atendimento médico na região. Como já divulgado pelo JM, a situação ocorreu porque o contrato do governo estadual com o Santa Rita (que há cinco anos atendia os servidores da região Noroeste) venceu em janeiro. No entanto, o hospital se comprometeu a manter o atendimento mesmo com o contrato já vencido.

“Decidimos fazer isso para não deixar as pessoas na mão, mas eu não vou prorrogar isso indefinidamente. Minha expectativa é de que o contrato emergencial seja feito logo e que essa situação se defina em março ”, explicou o superintendente do Hospital Santa Rita, Hiran Alencar Castilho.

Segundo comunicado do governo estadual, o hospital de Maringá protocolou nesta semana o pedido para firmar contrato temporário. O Departamento de Assistência à Saúde (DAS) já teria iniciado os trâmites administrativos necessários e a expectativa é que na semana que vem o processo seja encaminhado à Casa Civil para avaliação do governador Roberto Requião (PMDB), que concederá ou não a autorização.

Interrupção do atendimento

Apesar de continuar com os atendimentos em Maringá, o Hospital Santa Rita deixou de atender os beneficiários do SAS nas cidades de Loanda e Paranavaí. Os servidores das regiões desses dois municípios continuam sendo atendidos somente em Maringá.

Impasse

O impasse se arrasta desde 31 de janeiro, quando se encerrou contrato firmado entre o hospital maringaense e o governo estadual. A assessoria da Seap informou que antes do encerramento definitivo do contrato com o Santa Rita, duas licitações foram realizadas para a contratação de novo prestador. No entanto, nas duas (uma em 22 de janeiro e a outra no último dia 10), ambas realizadas na modalidade pregão presencial, não houve apresentação de propostas. O Hospital Santa Rita decidiu não participar de nenhuma das licitações alegando que o preço oferecido era baixo demais. O edital prevê pagamento de R$ 23,80 por servidor atendido, enquanto o Santa Rita diz que o valor mínimo pelo qual pode trabalhar está na casa de R$ 30.

A Seap pretende lançar em breve outra licitação para escolher uma empresa que preste o serviço de forma definitiva. Enquanto isso, o governo pretende firmar um contrato emergencial com algum hospital da região para a prestação do serviço. O problema é que este tipo de contrato (que vai durar entre três e seis meses, podendo ser renovado por igual período), é mais flexível que o definitivo, já que o hospital ficará livre da obrigação de abrir mais duas unidades de atendimento em outras cidades (além da principal), como acontecia até ano passado. Fonte: Jornal de Maringá, reportagem de Marcus Ayres

Leia mais >>

sábado, 27 de fevereiro de 2010

Fórum dos Servidores reúne-se com o governo

Edianês Vieira
Secretária de Administração confirma reajuste nas gratificações a partir de março deste ano

O Fórum dos Servidores Estadual reuniu-se na manhã desta quinta-feira (25), na Secretaria de Administração e Previdência com a secretária Maria Marta Lunardon para dar prosseguimento às negociações da pauta de reivindicações dos Servidores do Estado.

Os principais pontos abordados na reunião foram o reajuste dos vencimentos na data-base e o reajuste das gratificações, congeladas desde 2002. A secretária confirmou um reajuste de 14,89% nas gratificações a partir de março, mas comunicou ao Fórum que o reajuste não será retroativo à janeiro, como era a reivindicação dos servidores.

Quanto ao reajuste dos vencimentos dos servidores em geral, a secretária disse que deverá acompanhar o índice de inflação, fincando em torno de 5%. Ficou garantida a incidência do reajuste sobre as gratificações.

A Secretária também manifestou a urgência nas nomeações das diversas carreiras do Estado, principalmente da saúde e educação. O Fórum dos Servidores manifestou ainda à secretária a sua preocupação em relação ao portal da transparência, principalmente com relação à divulgação do local de trabalho, como a correção dos salários onde aparece o valor bruto, causando uma irrealidade de valores.

O Fórum manifestou seu parecer favorável à transparência de informação. Mesmo assim ficou estabelecida uma comissão para debater e aprofundar o tema e propor alterações.

As questões relativas ao Sistema de Atendimento à Saúde do Servidor, à saúde ocupacional (sistema de atenção integral à saúde) e à Previdência do Estado serão tratadas em Comissões criada especificamente para debater estes assuntos. A APP-Sindicato comporá as duas comissões. Também ficou estabelecida uma comissão que vai debater a situação financeira do Estado, o Dieese vai assessorar o Fórum nesses debates.

Um longo debate foi realizado em torno da necessidade de se rever várias carreiras e também regulamentar no QPPE a promoção e a progressão. Desde a implementação da lei que as promoções e progressões não tem bem definidas sua aplicabilidade, será necessário também um longo debate sobre a questão do desempenho dos profissionais.

A presidente da APP-Sindicato, Marlei Fernandes de Carvalho, participou da reunião, além de representantes do Sindiseab, Sindsaúde, Sindiprol, Sinteoeste, Sindisec, Sindarspen, Sintespo, Sinteemar e demais sindicatos que compõem o Fórum. Pela Seap, também participou, além da secretária Maria Marta, a diretora Geral Regina Gubert. Fonte: Boletim Eletrônico APP

Leia mais >>

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Público que assistirá julgamento de Martini será escolhido por sorteio

Até 250 pessoas devem se inscrever para acompanhar a sessão, que acontece na segunda-feira. O plenário da Câmara, porém, tem lugar para, no máximo, 80 pessoas

Um sorteio vai definir quem poderá assistir ao julgamento do pedido de cassação do prefeito de Sarandi, Milton Martini, na próxima segunda-feira (1º). A medida será tomada, segundo o vereador Luiz Carlos de Aguiar (PPS), que preside a Comissão Processante (CP) que analisou as denúncias contra Martini, porque o número de interessados em acompanhar a sessão é muito maior que a capacidade da Câmara da cidade. O local abriga entre 70 e 80 pessoas sentadas.

Na quinta-feira (25), contudo, mais de 120 pessoas procuraram a Casa para fazer o cadastro exigido para assistir ao julgamento. O prazo para o registro termina na tarde desta sexta-feira (26). Aguiar acredita que o processo deve se encerrar com o cadastro de mais de 250 pessoas. Cerca de 30 cadeiras extras serão colocadas no plenário, mas a maioria deve ser ocupada por profissionais de imprensa.

"Eu sei que as pessoas da cidade têm interesse em acompanhar o julgamento, mas não há estrutura para receber todo mundo", diz o presidente da Câmara, vereador Cilas Moraes (DEM). Ele acrescenta ainda que a limitação do público é importante para garantir a segurança da sessão, que promete ser bastante tensa.

Aguiar diz que há grupos favoráveis e contrários à cassação do prefeito, e que ambos estão pressionando os vereadores. Por isso, o parlamentar deixou a cidade e deve retornar somente no dia do julgamento. Ele prefere não dizer onde está "exilado". Há ainda outros vereadores que saíram do município.

O clima de tensão se arrasta desde o ano passado, quando foram registradas as primeiras ameaças de morte aos vereadores que atuam no processo. Neste ano, novas ameaças foram feitas, assustando os parlamentares.

O sorteio

O sorteio acontecerá às 7h30, trinta minutos antes do início da sessão. Segundo Moraes, os nomes de todos os inscritos serão colocados em uma caixa. Aquele que tiver o nome sorteado poderá entrar na Câmara. Antes, contudo, passara por uma revista feita pela Polícia Militar, que acompanhará toda a sessão.

Os interessados em acompanhar o julgamento devem se registrar até as 18h desta sexta-feira (26), na Câmara de Vereadores da cidade. É preciso apresentar um documento de identidade e um comprovante de residência, que não precisa ser de Sarandi.

O julgamento

Como não se trata de uma sessão comum, os parlamentares não poderão se ausentar do plenário até que a sentença seja proferida. Nesse tipo de julgamento, a Câmara de Sarandi precisará do apoio de dois terços dos vereadores da casa, o que representa sete votos, para cassar o mandato do prefeito.

De acordo com Aguiar, entre os 10 parlamentares, há quatro que prometem votar contra o pedido de afastamento. Aguiar conta com o bom senso dos colegas e também da manifestação da população. “Acho que ninguém irá contra as informações que constam no relatório, mas o que vai demandar é a pressão popular”, disse.

Sessão sob risco

O julgamento de Martini está sujeito a ser cancelado de última hora. Isso porque o prefeito entrou com uma ação na Justiça pedindo a dissolução da Comissão Processante (CP), o que anularia toda a investigação feita pelos vereadores, incluindo o pedido de cassação. Martini alega que o grupo foi formado de maneira irregular, sem sorteio, como exige a lei. A ação do prefeito deve ser julgada pelo magistrado Loril Leocadio Bueno Júnior ainda nesta sexta-feira (26). Fonte: Jornal de Maringá, reportagem de Renan Colombo
Prefeito é acusado de favorecer chefe de gabineteMilton Martini é acusado de comprar, sem licitação, produtos agropecuários na loja do então chefe de gabinete da Prefeitura, Ailson Donizete de Carvalho, que se demitiu. São dez bombas para passar veneno e 150 litros de herbicida, que somam R$ 7,7 mil. Martini diz que não sabia que a loja era do funcionário e que já devolveu o dinheiro ao município.

Para investigar a denúncia, os vereadores de Sarandi montaram, no fim do ano passado, uma Comissão Processante (CP), que ouviu testemunhas e então elaborou um relatório, pedindo a cassação. Entre as testemunhas estiveram o próprio prefeito e também o deputado Reinhold Stephanes Júnior (PMDB), que o defendeu.

Martini é investigado também na Justiça, acusado de outras irregularidades a frente da Prefeitura. Em dezembro, ele chegou a ser afastado do cargo pela Justiça, por supostamente estar coagindo funcionários públicos que são testemunhas dos processos. Dias depois, a decisão foi revertida e Martini retornou ao cargo.

Leia mais >>

Reunião do Fórum dos Servidores e Governo "NÃO DEU EM NADA"

A reunião da quinta-feira passada (25) entre representantes do Governo do Paraná e do Fórum dos Servidores Estaduais que representam o conjunto de várias entidades sindicais do funcionalismo não deu em nada, como no primeiro encontro realizado em 7 de janeiro não se chegou a um índice para o reajuste dos vencimentos, assim como das gratificações.

O encontro que ocorreu no Palácio das Araucárias, em Curitiba foi coordenado pela secretária de Estado da Administração e da Previdência, Maria Marta Lunardon, e ficou agendada uma nova reunião para o dia 17 de março.

Detalhe ficou decidido que serão formados grupos menores de representantes sindicais e técnicos do Governo, para discussões pontuais, para falicitar a definição de índices para reajuste.

Leia mais >>

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

BA: juiz pune pais que não matriculam filhos

Um juiz no interior da Bahia resolveu punir pais que não matricularem os filhos na escola. Também decidiu proibir que os estudantes frequentem casas de jogos eletrônicos e internet, durante o horário das aula. Fonte: BandNews/UOL Notícias

Leia mais >>

Roupa é item opcional em igreja dos EUA

Uma igreja no Estado americano da Virginia (nordeste dos Estados Unidos) está causando polêmica ao receber fiéis nus. Até o pastor celebra o culto como veio ao mundo.

Na capela de Whitetail - uma comunidade nudista fundada em 1984, na cidade de Ivor -, roupas são um item opcional.

"Eu não acredito que Deus se importe com a maneira como você se veste quando você faz suas orações. O negócio é fazer as orações", diz Richard Foley, um dos frequentadores.

Mas entre os que não fazem parte da congregação, a ideia de uma igreja nudista não agrada muito. Várias pessoas ouvidas nas ruas de Ivor se surpreenderam e disseram achar o conceito de uma igreja nudista desrespeitoso.

O pastor Allen Parker discorda: "Jesus estava nu em momentos fundamentais de sua vida. Quando ele nasceu estava nu, quando foi crucificado estava nu e quando ressuscitou, ele deixou suas roupas sobre o túmulo e estava nu. Se Deus nos fez deste jeito, como isso pode ser errado?" Lucro A comunidade nudista de Whitetail vai de vento em popa apesar dos tempos de crise. Segundo a administração do resort, mais de dez mil pessoas visitaram o local no último ano e os lucros subiram 12% no período.

Os visitantes dizem que ser nudista é algo libertador. Para eles, em um ambiente como este não há julgamento de classe social e todos ficam livres para ser quem realmente são.

Além disso, o clima seria de igualdade. Um frequentador exemplificou isso dizendo que, na comunidade, não é possível dizer quem está desempregado, quem é alto-executivo e quem é encanador.

"Aqui, todos participam, todos são compreensivos e preocupados com a comunidade e com a família. Temos uma das congregações mais ativas da região. Eu considero isso um presente de Deus e um privilégio", disse o pastor Parker. Fonte: BBC Brasil

Leia mais >>

Cerro Azul, Brasil e Tuiuti são as avenidas mais perigosas

Caminhar à noite por algumas localidades de Maringá tornou-se um risco. Levantamento feito com base nos boletins da PM revela os pontos de maior incidência de roubos à pessoa

A cada 24 horas, a Polícia Militar atende a três chamadas de vítimas de assalto, que caminhavam ou dirigiam pelas ruas de Maringá. Entre 1º de janeiro e a última segunda-feira, a PM registrou 144 ocorrências, envolvendo uma ou mais vítimas. Os registros mostram que os bandidos têm datas, locais e horários preferidos para atacar quem está na rua.

A Avenida Cerro Azul, com oito assaltos, lidera o ranking de localidades mais violentas deste início de ano. Desse total, seis roubos foram à noite, cinco deles na madrugada de sábado para domingo. Na sequência de endereços mais perigosos aparecem as avenidas Brasil, com sete assaltos, e Tuiuti, com seis ocorrências. As avenidas Colombo, Pedro Taques, Mário Clapier Urbinatti, Mauá e Tuiuti empatam, com quatro assaltos cada uma.

Os números constam dos primeiros 53 relatórios diários de ocorrências atendidas pela Polícia Militar, publicados este ano. Nessa conta não entram os roubos e furtos a estabelecimentos comerciais ou residências. A polícia reconhece que nem todas as vítimas de roubo ligam para o 190, mas segundo sua assessoria de comunicação não há uma estimativa de quantos crimes deixam de ser registrados.

Cerro Azul
Morador em um condomínio da Avenida Cerro Azul, o vendedor José Jair Andrade, 58 anos, já teve o filho de 19 anos assaltado próximo de casa. “Os bandidos levaram o celular e a carteira dele. Mas já assaltaram gente até na frente do prédio, a situação aqui está complicada”, diz.

Andrade trocou Londrina por Maringá há 14 anos. Hoje ele mora em edifício próximo ao cemitério, no segundo andar, e reclama que os ruídos da avenida interferem no seu sono. “Não é só a bandidagem. A baderna nessa avenida também é demais. É gente tirando racha, é som alto de carro, está faltando policiamento”, diz.

Os bandidos priorizam os assaltos à noite. Do total de 144 ocorrências, 94 (ou 65%) foram entre as 18 horas e 6 horas. Na Cerro Azul, entre os oito assaltos, dois ocorreram à luz do dia. Em um deles, duas mulheres, D. 31 anos, e C., 22, foram rendidas às 17 horas do dia 8 de janeiro, por dois homens que estavam em uma moto.

O garupa estava com um revólver e tomou os celulares e dinheiro das vítimas. Um dia antes, uma mulher de 42 anos teve a bolsa roubada por um homem no ponto de ônibus. Na Avenida Brasil, de sete roubos em três situações, os bandidos se arriscaram durante o horário comercial. Em um dos casos, dia 1º de fevereiro, uma segunda-feira, o criminoso se fez passar por flanelinha.

Ele fez gestos para a aposentada N., 65 anos, estacionar em uma vaga na altura da Vila Operária, ajudou a mulher a manobrar na vaga, viu que ninguém estava olhando e pulou dentro do carro. Ele trocou tapas com a aposentada e fugiu levando uma bolsa, com dinheiro e documentos da vítima.

Namoro
Exemplos de alvos fáceis para os bandidos são dois casais que namoravam dentro dos carros quando foram surpreendidos pelos criminosos. O primeiro caso desse tipo registrado pela PM aconteceu na madrugada do último dia 16, uma terça-feira, na Avenida Gastão Vidigal. O casal foi surpreendido por volta das 3 horas, por dois menores. Os ladrões faziam menção de estarem armados — não mostraram nenhuma arma — e colocaram as vítimas no banco de trás do veículo. O casal foi abandonado na zona rural.

Os adolescentes fugiram levando o veículo Celta e os celulares. A queixa foi registrada pela dona do carro, C., de 27 anos. No outro caso, próximo à meia-noite do dia 17 de janeiro, madrugada de sábado para domingo, um casal foi rendido na Avenida Laguna. Os ladrões só levaram o dinheiro das vítimas.

No Jardim Universitário, a avenida mais movimentada, a Doutor Mário Clapier Urbinati, também é a mais perigosa para se andar à noite. O local teve quatro assaltos a pedestres este ano, todos das 19 horas às 2 horas. Uma das vítimas foi o universitário E., 22 anos, que esperava na madrugada do último dia 18, quarta-feira, pela chegada do mototáxi. O azar foi que dois ladrões chegaram antes, de bicicleta, e roubaram sua carteira e celular.

Adolescentes
Os boletins da PM mostram que apenas neste mês oito adolescentes foram assaltados de madrugada. Em um dos casos, três meninas, todas de 13 anos, foram rendidas por dois ciclistas por volta da 1h30 do último dia 20, sábado, na Avenida Brasil .

Os bandidos roubaram as bolsas e celulares das vítimas. Em outro caso, um garoto de 16 anos chamou a polícia às 5h30, após ter a carteira roubada por dois homens na Rua Marechal Deodoro, Zona 7. O adolescente explicou aos policiais que estava voltando de uma boate quando foi atacado — a lei proíbe a permanência de menores em casas noturnas.

Já às 3 horas do dia 14, domingo, dois adolescentes de 16 anos que voltavam de uma festa passaram apuros na Avenida Paraná, após serem cercados,segundo eles, por um grupo de dez garotos. Os assaltantes levaram o dinheiro e os telefones das vítimas. Os assaltantes levam de tudo. Até o quadro de brincos de um ‘hippie’ e o carrinho para coleta de recicláveis de um catador foram levados por bandidos este ano. O primeiro crime ocorreu na Avenida São Paulo e o segundo na Avenida das Américas. Fonte: O Diário, reportagem de Fábio Linjardi

Leia mais >>

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Pastor Robson Brito e demais lideranças da Igreja Assembleia de Deus visitam o Prefeito de Mandaguaçu, Dr Ismael Ibraim

Da esquerda para a direita: Vereador Ivanildo, Pastor Robson Brito, Ev Vagner Batista, Dr Ismael Ibraim - Prefeito de Mandaguaçu, Ev Luciano Brito

Em uma visita de cortesia e agradecimento pelo brilhante apoio que o Prefeito da cidade de Mandaguaçu, Dr Ismael Ibraim Fouani tem dado a Igreja Assembleia de Deus de Mandaguaçu e a toda a comunidade evangélica o Pastor  Robson Brito que é o Presidente do Campo Eclesiástico da Igreja Evangélica Assembleia de Deus de Maringá e região se fez presente juntamente com os pastores da região nordeste do Campo Eclesiástico da Igreja Assembleia de Deus de Maringá, pastores: Pr Adilson Franchetti, Dirigente da AD de Mandaguaçu e Ourizona; Ev José Guidino, Dirigente da AD de Vila Guadiana; Pb Rubens, Dirigente da AD de Pulinópolis; Ev Lúcio Maia, Dirigente da AD de Iguatemi; Ev Vagner Batista, Dirigente da AD de Atalaia; Pb Eliseu, Dirigente da AD de São Jorge do Ivaí além dos seguintes obreiros auxiliares: Pb Davi/Mandaguaçu e Cooperadores Cleverson de Iguatemi. 

Além dos pastores da região e do Ev Luciano Brito que é o Diretor Geral da Associação Educacional e Assistencial Oásis do Amor estiveram presentes o vereador Ivanildo do Santos que é secretário da Oásis do Amor e o presidente da Câmara de Vereadores de Mandaguaçu, Arnaldo Rocco.

Na ocasião o pastor Robson Brito entregou em mãos do Prefeito, Dr Ismael pedido formal de um terreno para que seja construída uma Comunidade Terapêutica para a Recuperação de Viciados em Drogas a que o Prefeito de imediato se propôs a conceder.

A idéia que já a muito tempo estava no coração da comunidade de fé da Assembleia de Deus que tem vocação para este tipo de trabalho e que vem desenvolvendo este trabalho a décadas no Brasil agora se inicia com este primeiro passo que é o pedido de um terreno para a construção da Comunidade Terapêutica.

A reunião com o prefeito que foi agendada pelo Evangelista José Guidino e pelo vereador Ivanildo dos Santos foi muito produtiva e diversos encaminhamentos puderam dar prosseguimento após esta importante reunião.

Agradecemos ao Prefeito pela recepção e atenção para com os nossos pleitos.Vereador Arnaldo Rocco, Presidente da Câmara de Vereadores de Mandaguaçu; Pb Eliseu, AD Pulinópolis; Ev Lúcio Maia, AD Iguatemi; Pb Davi; Pb Eliseu, AD São Jorge do Ivaí; Pr Adilson Franchetti 
Prefeito de Mandaguaçu, Dr Ismael Ibraim (PP) e Luciano Brito
Pr Adilson Francheti, AD Mandaguaçu; Ev José Guidino, AD Vila Guadiana; Vereador de Mandaguaçu, Ivanildo (PR); Pr Robson Brito - Presidente da AD de Maringá
 
Momento em que o prefeito de Mandaguaçu, Dr Ismael assina o recebimento do pedido formal do terreno para a construção da Comunidade Terapêutica da Associação Educacional e Assistencial Oásis do Amor que é mantida pela Igreja Evangélica Assembleia de Deus

Leia mais >>

Pastor Robson Realiza Reunião com Pastores da Região Nordeste da Assembleia de Deus

A Igreja Assembleia de Deus de Mandaguaçu pastoreada pelo Pastor Adilson Franchetti, sediou no dia de hoje (24) a 1ª Reunião Ordinária da Região Nordeste do Campo Eclesiástico da Igreja Assembleia de Deus de Maringá que compreende as igrejas de Mandaguaçu, Vila Guadiana, Pulinópolis, Iguatemi, São Jorge do Ivaí, Ourizona e Atalaia.

As reuniões de pastores e lideranças fazem parte do processo de implantação da visão do Pastor Robson Brito que visa a comunhão e integração das igrejas co-irmãs do campo eclesiástico que é dividido geograficamente em regiões. 

O Pastor Robson Brito dirigiu um estudo bíblico a todos na parte da manhã, após o almoço visitou com os pastores o prefeito da cidade de Mandaguaçu, Dr Ismael e depois atendeu individualmente os pastores presentes para os encaminhamentos eclesiásticos e administrativos das igrejas, o encerramento do encontro regional se dará com um culto ao Senhor que será celebrado a partir das 19h e 30min no templo da AD de Mandaguaçu.

Estiveram presentes além deste blogueiro e do Pastor Robson Brito, Presidente do Campo Eclesiástico da Igreja Evangélica Assembleia de Deus de Maringá; Pr Adilson Franchetti, Dirigente da AD de Mandaguaçu e Ourizona; Ev José Guidino, Dirigente da AD de Vila Guadiana; Pb Rubens, Dirigente da AD de Pulinópolis; Ev Lúcio Maia, Dirigente da AD de Iguatemi; Ev Vagner Batista, Dirigente da AD de Atalaia; Coop Emílio, Presidente da Associação Beneficente Filadélfia; Coop Sérgio, Diretor Administrativo da Associação Beneficente Filadélfia; além dos seguintes obreiros auxiliares: Pb Davi/Mandaguaçu, Dc Antônio Silva e Dc Manoel Fernandes de Iguatemi, Cooperadores Cleverson e Jaime de Iguatemi. 



Leia mais >>

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Cúpula nacional tucana descarta mudar a decisão pró-Richa

Presidente do PSDB afirma que escolha do candidato será dos integrantes do partido no Paraná e que José Serra não vai intervir

O presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra, afirmou ontem que a cúpula do partido em Brasília não vai interferir nas decisões do diretório paranaense. O parlamentar tenta costurar uma saída de consenso entre Beto Richa e Alvaro Dias desde janeiro, mas ainda está distante de uma solução. Ele também não se espantou com o resultado da reunião em Curitiba.

“Era previsível que o diretório local seria favorável ao prefeito, já havia essa manifestação antes”, disse o senador. Guerra evitou comentar o posicionamento de Alvaro sobre a legalidade da decisão tomada ontem. “É uma questão que precisa ser resolvida no Paraná. O diretório e a executiva nacional estão fora.”

O presidente tucano também declarou que o PSDB tenta fazer um esforço para construir a maior aliança possível em todos os estados e que Richa tem demonstrado o mesmo espírito. “O que nós apoiamos é o esforço de unidade em torno do objetivo nacional. Mas o diretório nacional não está disposto a intervir nas decisões locais.”

A última reunião entre Guerra e os dois paranaenses ocorreu há duas semanas, em Brasília. Na oportunidade, o presidente do partido garantiu que chegaria a um acordo “pacífico” até antes do carnaval – o que não ocorreu. Ele também se comprometeu a levar a discussão para o pré-candidato tucano à Presidência, José Serra.

“Serra está conversando constantemente com Alvaro, Beto e com os demais atores das eleições no Paraná. Ele quer contribuir, mas também não se dispõe a mudar qualquer decisão local.”

Fonte: Gazeta do Povo, reportagem de André Gonçalves, Ari Silveira e Heliberton Cesca

Leia mais >>

Eduardo Campos, presidente nacional do PSB: “Iremos apoiar o Richa”

O governador de Pernambuco, Eduardo Campos, presidente nacional do PSB, colocou um ponto final na discussão sobre quem o partido vai apoiar ao governo do Estado no Paraná. Em entrevista ao Diário de Pernambuco no dia 19 de fevereiro, Campos foi taxativo: “Iremos apoiar o Richa. Temos uma ligação antiga com ele, que vem, inclusive, do tempo do ex-governador Miguel Arraes”. Logo após a fase de Campos, o jornal informa que, com a saída do prefeito, o vice-prefeito Luciano Ducci (PSB) assumirá o comando do município.

Leia mais >>

Dr Furlan, Juiz Federal em Maringá Assume a Presidência da Associação Paranaense dos Juízes Federais


" a despeito da dificuldade que o Judiciário tem por não poder oferecer em troca de apoio as suas demandas nada mais que a imparcialidade e a honestidade acredita no espírito republicano" Dr. Anderson Furlan

Ocorreu na noite de segunda-feira (22) a posse da nova diretoria da Associação Paranaense dos Juízes Federais na Sede da Justiça Federal Seção Judiciária do Paraná em Curitiba, a nova diretoria será presidida pelo Juiz maringaense Dr. Anderson Furlan Freire da Silva, ilustre maringaense que já é um dos expoentes desta magma Associação.

Estive presente a solenidade acompanhando o Deputado Estadual Wilson Quinteiro (PSB) e seu chefe de gabinete o Dr.Gregório, na ocasião vários maringaenses prestigiaram o Dr. Furlan e a nova diretoria, além dos familiares do presidente empossado compareceram o Deputado Federal Ricardo Barros (PP), a Deputada Estadual Cida Borghetti (PP), o Deputado Estadual Dr. Batista (PMN) que foi autor de menção honrosa aprovada por unanimidade na Assembleia Legislativa do Paraná, Dr Hiran Castilho Diretor do Hospital Santa Rita/Bom Samaritano.

Também compareceram a solenidade representantes de diversas Associações de magistrados estaduais e federais, presidente da OAB seccional do Paraná e outras autoridades.

Em seu brilhante discursso de posse Dr. Furlan afirmou que lutará pela qualidade nos serviços prestados pelo Poder Judiciário no âmbito da esfera de atuação da Associação e ressaltou que a despeito da dificuldade que o judiciário tem por não poder oferecer em troca de apoio as suas demandas nada mais que a imparcialidade e a honestidade acredita no espírito republicano e lutará com afinco pelos direitos dos magistrados federais.

Desejo sucesso nos pleitos da Associação ao Dr. Anderson Furlan, presidente da Associação; Dr Marcelo Malucelli, vice-presidente da Associação e dos demais diretores: Dr Nicolau Konkel Júnior (Financeiro), Drª Márcia Vogel de Oliveira (Social e Cultural), Dr. Décio José da Silva (Patrimônio) e Desembargador Dr. Vladimir Passos Freitas, diretor da Escola da Magistratura Federal.

Leia mais >>

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Beto Richa escolhido como pré-candidato pelo PSDB ao Governo do Paraná

Beto Richa, falando pela primeira vez como pré-candidato escolhido pelo PSDB ao Governo do Paraná

Beto Richa é o pré-candidato do PSDB do Paraná para a disputa do Governo do Estado neste ano, O Diretório Estadual se reuniu no Hotel Bourbon em Curitiba onde compareceram cerca de 600 pessoas de todas as regiões do Paraná, inclusive os maringaenses se fizeram representar, entre eles este blogueiro.

O prefeito Beto Richa foi escolhido pelo partido através do voto de 41 dos 42 integrantes do diretório paranaense que compareceram para votar, o deputado federeal Gustavo Fruet recebeu 1 voto e o partido conta com 45 integrantes no Diretório regional.

Beto Richa disse em seu discurso que esta preparado e tem a humildade de devolver a oportunidade dos paranaense participarem do Governo do Estado sem medo e que com os exemplos que teve de seu pai José Richa que se deslocava ao interior com seu secretariado quando de seu mandato de governador, assim ele o fará; agradeceu aos presentes e afirma que se coloca como pré-candidato não como alguém que vise a satisfação de um desejo pessoal ou o poder pelo poder, mas que a sua maior motivação é a de servir a gente do Paraná.
Luciano Brito; Dr. Fernando Francischini, Secretário Anti-drogas de Curitiba e pré-candidato a Deputado Federal pelo PSDB; Prefeito de Curitiba, Beto Richa e pré-candidato ao Governo do Paraná pelo PSDB e Sérgio Bolognhese, Diretor da WS Confecções de Apucarana e pré-candidato a Deputado Estadual pelo PSDB




Dr Fernando Francischini, Delegado de Polícia Federal/Secretário Anti-drogas de Curitiba e pré-candidato a Deputado Federal pelo PSDB e apoiado pela CIEADEP e Luciano Brito
Luciano Brito e a primeira dama de Curitiba, Fernanda Richa

Leia mais >>

Luciano Brito visita Deputado Wilson Quinteiro em seu gabinete

Nesta segunda-feira (22) em visita a Assembleia Legislativa do Paraná tive o privilégio de fazer uma visita ao meu amigo e irmão Deputado Estadual Wilson Quinteiro (PSB), o mesmo me recebeu e colocou a minha disposição a sua equipe e a estrutura de seu gabinete, sempre bem atencioso deu atenção as demandas de nossa comunidade de fé Igreja Assembleia de Deus de Maringá, assim como de nossas Associações.

Como não podia ser diferente conversamos também sobre a conjuntura política paranaense, seus projetos dentro do cenário atual e nossas futuras parcerias uma vez que aceita o desafio e o chamamento do partido e amigos se colocando como pré-candidato a reeleição ao cargo de Deputado Estadual para o pleito eleitoral deste ano.

Sucesso Deputado e conte conosco.

Leia mais >>

Diretório Regional do PSDB indica BETO RICHA como Pré-Candidato ao Governo do Paraná

O Diretório Regional do PSDB indicou nesta segunda-feira (22), em reunião em Curitiba, o prefeito Beto Richa como pré-candidato do partido ao Governo do Paraná em 2010. Richa recebeu 41 dos 42 votos da reunião. Estavam aptos a votar 49 integrantes do diretório. Mais de 600 pessoas participaram do encontro: prefeitos, vereadores, deputados e lideranças políticas de todas as regiões do Estado.

“Fico sensibilizado com esse gesto e agradeço a confiança dos companheiros”, afirmou Richa. Lideranças de outros partidos, como os deputados estaduais Nelson Justus (DEM), presidente da Assembléia Legislativa do Paraná, Plauto Miró Guimarães (DEM) e Durval Amaral (DEM) e o prefeito de Castro, Moacir Fadel (PMDB), presidente da Associação dos Municípios do Paraná (AMP), também participaram da reunião.

“Quero agradecer à direção do PSDB do Paraná pela condução do processo de escolha do candidato do partido, que foi transparente e democrático”, disse Beto. A formalização da candidatura ocorrerá em junho, na Convenção do PSDB. “Candidatura oficial só depois de junho, quando acontece a Convenção. Mas o PSDB entende que é o momento de tirar um indicativo”, destacou o deputado estadual Valdir Rossoni, presidente do PSDB Paraná.


Indicação e legitimidade

“O partido vem sendo cobrado há muito tempo e resolveu tirar seu indicativo. Já tivemos uma reunião da Executiva (em janeiro passado) e, agora, num colegiado mais amplo, o partido indica seu pré-candidato”, afirmou Richa, lembrando que o PSDB decidiu em 2009 ter candidatura ao Governo do Estado. “O PSDB, a sua base, a militância e as principais lideranças não abrem mão de uma candidatura própria. Essa candidatura pertence ao PSDB”, explicou Richa.

Para Richa, o PSDB se encontra em condições favoráveis de disputar as eleições deste ano. “O partido está fortalecido, organizado e estruturado em todo o Estado do Paraná”, disse Beto, completando que há espaço para uma candidatura nova, que represente a renovação política. “Tenho vontade de ser governador e poder fazer pelo meu Estado aquilo que estamos conseguindo fazer na capital de todos os paranaenses. Me sinto maduro, experiente e preparado para um desafio deste tamanho.”

Richa defendeu a manutenção da aliança dos partidos que caminharam juntos nas eleições em 2008. “Com a indicação, o prefeito tem legitimidade para conversar com lideranças dos partidos aliados”, afirmou o deputado federal Gustavo Fruet.

Leia mais >>

Requião quer reajuste antes de deixar governo

Oposição garante que o aumento será uma das bandeiras de campanha do peemedebista

O governador Roberto Requião (PMDB) quer sancionar o reajuste do salário mínimo regional antes de deixar o cargo no dia 3 de abril para disputar cadeira no Senado nas eleições de outubro. A oposição garante que o aumento será uma das principais bandeiras de campanha do peemedebista.

O próprio líder da bancada governista na Assembleia Legislativa, deputado Luiz Cláudio Romanelli (PMDB), confirma que a “tropa de choque” irá trabalhar para que o texto seja votado na Casa até o dia 15 de março. A estratégia de Requião põe por terra a pretensão de empresários e parte dos parlamentares que defendem que a proposta seja amplamente debatida antes de ir à votação.

Coincidência ou não com a disputa eleitoral, o percentual de reajuste de 2010 (chega até 21,5%) é o maior dos anos de governo Requião. No ano passado, o mínimo regional foi reajustado em 14,9% e em 2008 o índice ficou em 15,27%.

“Não tem muito o que discutir o mérito da proposta. Não precisa ficar enrolando. Temos que votar de uma vez. Até o dia 15 de março quero estar com isso votado. O mínimo regional é um fabuloso instrumento para superar a desigualdade social, melhorando a distribuição de renda”, afirma Romanelli.

Na semana que antecedeu o carnaval, as Federações das Indústrias dos três estados do Sul do país (Fiep, Fiergs e Fiesc) encaminharam um documento à Confederação Nacional da Indústria (CNI) manifestando insatisfação com a influência política sobre as discussões que envolvem os pisos salariais nos estados. “Os empresários não são contra esse piso regional. O que questionamos são os índices de reajuste que estão sendo propostos pelo governo”, afirma o coordenador do Conselho Temático de Relações do Trabalho da Fiep, Amilton Stival.

Rolo compressor — O líder da oposição, deputado Élio Rusch (DEM), acusa Requião de querer colher frutos eleitorais a partir do aumento exagerado do mínimo regional. “Não sei porque tanta pressa se o reajuste só vai entrar em vigor a partir de maio. Ainda estamos em fevereiro. O governador já mandou logo a proposta para a Assembleia por uma questão política, já que será candidato. Ele (Requião) quer eternizar algumas coisas que fez. Esse texto tem que ser bem discutido. Espero que os parlamentares tenham bom senso, já que eles também irão se submeter as urnas neste ano”, argumenta Rusch.

O deputado Reni Pereira (PSB) diz ter informações de que os seguidos reajustes do piso paranaense têm gerado desemprego. “Não vou permitir que o rolo compressor governista passe por cima de questão tão importante. Tenho recebido informações sobre a diminuição da oferta de empregos. O certo é ouvir todos os segmentos que serão afetados pelo aumento. Precisamos saber se este aumento não vai se transformar em cartas de demissão. Quem vai pagar pela pressa não é o empresariado, mas sim os trabalhadores”, comenta. (AB)

Leia mais >>

Professores estaduais também vão parar em março

Categoria aprovou dia de paralisação para realizar protestos

Outra categoria que promete parar no dia 16 de março é dos professores da rede estadual de ensino do Paraná. O ato será para reivindicar aumento salarial no estado e também acompanhará uma manifestação nacional, que será realizada no mesmo dia, para que seja implantado o piso nacional da categoria. A data foi definida em uma assembleia realizada no Centro Cívico, no sábado (20), em Curitiba.

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná (APP-Sindicato) informa que a categoria quer um reajuste salarial de 25,97%. Isso representaria a equiparação do salário inicial dos professores com o salário inicial das demais categorias do ensino superior do estado, segundo o sindicato.

A categoria também pede melhores condições de saúde para os funcionários da educação estadual e a posse de professores e funcionários aprovados nos últimos concursos públicos feitos no estado. O APP-Sindicato afirma que existem 5 mil servidores que ainda não tomaram posse e que podem substituir os contratos temporários.

A concentração no dia 16 de março começará às 9 horas na Praça Santos Andrade, com caminhada até o Palácio das Araucárias, no Centro Cívico. No dia 27 de março, o sindicato fará uma avaliação de como estão as negociações e serão definidos os rumos do movimento. Fonte: Bem Paraná

Leia mais >>

Beto Richa é confirmado como pré-candidato

PSDB escolheu prefeito de Curitiba para disputar eleições para governador

O prefeito de Curitiba, Beto Richa, foi confirmado na manhã de hoje (22) como pré-candidato do PSDB ao governo estadual. O encontro foi realizado no Hotel Bourbon, no Centro, e teve participação de aproximadamente 600 pessoas. Dos 42 votos computados, 41 foram para Beto Richa e um para o deputado federal Gustavo Fruet.

Na reunião da Comissão Executiva no último dia 10 ficou acertado que, caso os dois pré-candidatos – prefeito de Curitiba Beto Richa e senador Alvaro Dias – não chegassem a um acordo, a disputa interna seria definida hoje através do voto dos 45 membros do Diretório Estadual.

Na semana que antecedeu o Carnaval, os dois concorrentes chegaram a se reunir em Brasília com o presidente nacional da legenda, senador Sérgio Guerra (PE), mas pelas informações de bastidores não houve entendimento. Após a reunião com Guerra, Richa ainda passou por São Paulo, onde conversou com o governador/presidenciável, José Serra (PSDB) – principal interessado no desfecho da disputa paranaense.

Ciente da preferência dos correligionários pelo adversário, Dias chegou a recorrer à Justiça na semana passada para tentar impedir a reunião. O juiz Rogério de Assis negou pedido de liminar pretendido pelo senador, que recorreu da decisão. No último sábado, ao analisar o recurso, a desembargadora Dilmari Helena Kessler decidiu manter o encontro marcado para hoje. Informações extra-oficiais dão conta de que outras ações ainda questionam a realização da reunião.

Indignado, Dias já sinalizou que não apoiará a candidatura do partido, caso Richa seja ungido. O presidente do PSDB/PR, deputado Valdir Rossoni, garante que o nome anunciado pelo Diretório hoje, no caso o prefeito de Curitiba, será ratificado na convenção de junho. Fonte: Bem Paraná

Leia mais >>

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Professores estaduais anunciam paralisação

Professores e servidores da rede estadual de ensino farão uma paralisação no próximo dia 16 de março, seguindo a decisão de parada nacional tomada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE). Depois disso, no dia 27 de março, os educadores farão uma nova assembleia onde avaliarão os resultados das negociações com o governo do Paraná após a paralisação do dia 16. A decisão foi tomada ontem, em uma assembleia com aproximadamente 500 servidores dos 29 núcleos de todo o Estado, em Curitiba.


De acordo com a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná (APP-Sindicato), Marlei Fernandes de Carvalho, a razão dessa movimentação é a campanha salarial de 2010. “Essa foi a primeira assembleia estadual da APP em 2010. Apresentamos aos professores e servidores as propostas discutidas dias anteriores com a Seed (Secretaria de Estado da Educação)”, disse a presidente.

Dentro da campanha salarial discutida ontem, Carvalho apontou pontos nos quais a categoria está insatisfeita. “Temos questões específicas, que envolvem a equiparação salarial de 25,97% e o chamamento de pelo menos 2.159 professores aprovados em concurso, mas que ainda não foram nomeados. Além disso, pedimos melhorias no sistema de saúde dos servidores e também a redução do número de alunos por sala de aula”, afirmou Carvalho. Em média, o professor hoje tem 50 alunos em sala, enquanto o ideal apontado pelo APP-Sindicato seria de 20.
Atualmente, o salário de um professor que começa trabalhando 40 horas semanais é de R$ 1.475,90 mais o auxílio transporte de R$ 430,56. “De um agente profissional, cargo em que também é exigido ensino superior, o piso é de R$ 2.401,57. Essa disparidade justifica os 25,97% de equiparação”, afirmou.

Outro ponto criticado pelos professores é a precária situação de algumas escolas do Paraná, fato que acaba prejudicando a saúde dos servidores. “Tivemos alguns colégios reformados, mas muitas escolas pelo Estado deixam a desejar. A falta de equipamentos, estrutura e até mesmo segurança prejudica o ensino. São fatores que desgastam muito o professor, o que nos leva a outro item da pauta de reivindicações: a saúde”, relacionou o professor de geografia do Colégio Estadual Senador Atílio Fontana, em Toledo, oeste do Paraná, João Batista de Souza. De acordo com ele, o Sistema de Assistência à Saúde (SAS) não cobre problemas de saúde frequentes dos professores. “Não temos atendimento para depressão e problemas fonoaudiólogos” citou.
Fonte: Parana Online, reportagem de Leonardo Coleto

Leia mais >>

Mossad realiza espionagem ao redor do mundo desde 1949

O Mossad, cujo nome completo em hebraico é Instituto de Inteligência e Operações Especiais, é a organização israelense paralela à CIA, um serviço de inteligência que atua em diversas partes do planeta, especialmente em atividades de espionagem.

A organização foi fundada em 1949, um ano após a criação do Estado de Israel, e seu primeiro diretor foi Reuven Shiloah.

O atual diretor do Mossad, Meir Dagan, é um ex-oficial do Exército israelense que atuou nos serviços de inteligência do Exército. Em 2002, Dagan foi convidado pelo ex-primeiro ministro Ariel Sharon para dirigir o Mossad, que é diretamente subordinado ao premiê.

Segundo a imprensa israelense, o atual primeiro-minisstro, Binyamin Netanyahu, considera a atuação de Dagan bem-sucedida e resolveu prolongar sua gestão.


A ação mais conhecida do Mossad, e publicamente reconhecida pela organização, foi a captura do criminoso de guerra nazista Adolf Eichmann, na Argentina, em 1960. Eichmann foi levado a Israel, julgado e condenado à pena de morte.

Ações

A maioria das ações do Mossad não é confirmada nem negada pelas autoridades israelenses. No entanto, são atribuídos ao Mossad dezenas de assassinatos de dirigentes e militantes de grupos palestinos e libaneses.

A lista inclui:

- Wadie Hadad, chefe do braço armado da Frente Popular pela Libertação da Palestina, assassinado na Alemanha Oriental em 1978;

- Fathi Shkaki, lider do grupo Jihad Islâmico, assassinado em Malta em 1995;

- Abbas Mussawi, líder do Hezbollah, assassinado em Beirute em 1992;

- Khalil al Wazir, líder e fundador do Fatah, também conhecido pelo apelido de Abu Jihad, assassinado na Tunísia em 1988.

Os episódios mais recentes atribuídos ao Mossad são os assassinatos do líder do Hezbollah, Imad Mughnyiah, em Damasco, em 2008; do físico nuclear iraniano Masud Ali Mohammadi, em Teerã, em janeiro de 2010; e o recente assassinato do líder do Hamas, Mahmoud al-Mabhouh, em Dubai, em 20 de janeiro de 2010.

Ao longo dos anos, o Mossad também investiu muitos esforços em atividades de espionagem nos países árabes.

O caso mais conhecido foi o do agente Eli Cohen, que conseguiu se infiltrar nas mais altas esferas do regime sírio e chegou a ser nomeado assessor do ministro da Defesa da Síria.

Em 1965, a verdadeira identidade de Cohen foi exposta, e ele foi condenado à morte e enforcado em praça pública em Damasco.

Métodos

Segundo analistas para assuntos de inteligência, o Mossad tem métodos "típicos" de atuação, principalmente relacionados à segurança dos agentes e ao sigilo das operações.

Quando as operações são realizadas em grupo, os agentes do Mossad viajam em voos separados e se hospedam em hotéis diferentes.

Os agentes geralmente usam telefones celulares por satélites, que são mais difíceis de grampear, pagam suas despesas com dinheiro vivo --e não com cartões de crédito-- e costumam utilizar vários tipos de disfarces e maquiagens para dificultar a identificação.

O Mossad ganhou fama de ser uma organização altamente profissional na área de espionagem principalmente graças a filmes e livros que dramatizam a atuação de seus agentes, incluindo o filme Munique, de Steve Spielberg, e Caçada a um criminoso, com o ator Robert Duvall. Fonte:BBC Brasil reportagem de Guila Flint

Leia mais >>

Justiça eleitoral cassa mandato do prefeito Gilberto Kassab

A Justiça Eleitoral condenou o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), à perda do mandato pelo suposto recebimento de doações ilegais na campanha de 2008.

A sentença do juiz Aloísio Silveira, da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo, deve ser publicada no "Diário Oficial" na próxima terça-feira, e a cassação vale oficialmente após esse ato formal.

Em nota, a defesa do prefeito diz que as contas "foram analisadas e aprovadas sem ressalvas pela Justiça Eleitoral". Os advogados vão recorrer, o que suspenderá a cassação até o julgamento em segunda instância.

No processo, o prefeito é acusado de receber doações ilegais que somam R$ 10 milhões, provenientes de construtoras, do banco Itaú e da AIB (Associação Imobiliária Brasileira). A AIB foi apontada pelo promotor eleitoral Maurício Lopes como entidade de fachada do Secovi (sindicato do setor imobiliário). Sindicatos são proibidos por lei de realizarem tais contribuições. O Secovi afirma não ter vínculo com as doações.

No último dia 3, a Folha antecipou que Kassab corria o risco de ser cassado após perícia da Justiça Eleitoral apontar que obteve 33% de doações ilegais na campanha eleitoral de 2008. Fonte: Folha Online

Leia mais >>

Reino Unido e Irlanda pressionam Israel sobre falsificações usadas por serviço secreto

O ministro das Relações Exteriores de Israel terá de responder na segunda-feira a difíceis perguntas de seus colegas do Reino Unido e da Irlanda, em Bruxelas, sobre o suposto uso israelense de falsos passaportes europeus por uma equipe de assassinos em Dubai.

Avigdor Lieberman se encontrará com o britânico David Miliband e o irlandês Micheal Martin nos bastidores de um encontro de chanceleres da União Europeia, e ambos querem saber qual foi o papel de Israel na falsificação de passaportes e morte de um comandante do Hamas.

Mantendo sua política de ambiguidade em assuntos delicados como os assassinatos, Israel se recusou a confirmar ou negar o envolvimento no ato ocorrido em 19 de janeiro, no qual o palestino Mahmoud al Mabhouh foi assassinado em um luxuoso quarto de hotel. O país também não falou sobre as acusações de adulteração de documentos.

A polícia de Dubai diz acreditar que agentes israelenses assassinaram o membro do Hamas e divulgou a identidade de 11 pessoas que viajaram com passaportes de Reino Unido, Irlanda, França e Alemanha e que podem estar envolvidas na morte.

Vários dos acusados negaram participação no assassinato e disseram que nem sequer já estiveram em Dubai.

Micheal Martin afirmou que o assunto é sério e que deseja uma explicação. Uma porta-voz da missão irlandesa em Bruxelas confirmou que haverá o encontro na manhã de segunda-feira.

"Pretendo salientar nossa grande preocupação sobre o uso falsificado de passaportes em Dubai, e queremos certeza e esclarecimento sobre esse assunto muito sério", disse Martin ao jornal irlandês "The Irish Times".

Miliband exortou Israel a ajudar nas investigações, enquanto o Reino Unido faz sua própria investigação sobre a falsificação de documentos. Lieberman afirmou na semana passada que não havia motivos para acreditar que o Mossad, o serviço secreto israelense, estava envolvido.

A França e a Alemanha também pediram explicações de Israel, mas a presença dos ministros das Relações Exteriores de ambos os países não está prevista para o encontro desta segunda-feira. Fonte: Reuters

Leia mais >>

sábado, 20 de fevereiro de 2010

Polícia apreende armas, drogas e dois são presos em blitz na Avenida Paraná

Após diversas reclamações de moradores e comerciantes das imediações de um posto de gasolina na esquina das avenidas Paraná e João Paulino Filho, a Polícia Militar (PM) compareceu ao local e, após abordar cerca de 150 pessoas – a maioria jovens –, apreendeu três armas de fogo e pequenas quantidades de crack, cocaína e maconha. Duas pessoas foram detidas e encaminhadas à 9ª Subdivisão Policial de Maringá (SDP).

Confira galeria de fotos da blitz na Avenida Paraná.

A blitz contou com 15 policias militares – 12 do 4º Batalhão de Polícia Militar e três do Batalhão de Políticia Ambiental –, quatro viaturas e uma moto. Segundo o aspirante a oficial da PM, Guilherme Mozer, a ação foi uma resposta à cobrança da população contra a baderna que vem sendo promovida no local, marcado por bebedeiras e uso de entorpecentes. Mozer explica que os dois jovens foram detidos justamente por fazer uso de drogas ilícitas.

Das três armas apreendidas, os policiais encontraram uma pistola 9 mm, de uso restrito das Forças Armadas, e com 11 munições. Segundo Mozer, que comandou a operação, a pistola estava pronta para ser disparada. "Com a chegada da PM, as armas foram abandonadas em um gramado", disse. Fonte: O Diário

Leia mais >>

Gaeco começa trabalhos na próxima semana

Previsão da coordenadoria geral do Gaeco é que a unidade de Maringá comece os trabalhos já na próxima semana; grupo é focado a crimes envolvendo agentes públicos

O Grupo de Atuação Especial ao Crime Organizado (Gaeco) começa a funcionar na próxima semana em Maringá. A unidade especial será formada por dois promotores, um delegado e sete policiais civis e militares, para a investigação de crimes envolvendo agentes públicos – como políticos e policiais. É a sétima unidade do Gaeco no Estado .

Segundo o promotor de Justiça e coordenador estadual do Gaeco, Leonir Battisti, a área de atuação da nova unidade vai depender da “vocação regional”. “Pela nossa experiência, cada Gaeco acaba assumindo uma natureza específica em sua região. Isso porque ele atende demandas locais, de pessoas que tinham algo para denunciar mas evitavam levar isso ao conhecimento das autoridades locais”,diz.

Battisti cita como exemplo Londrina, onde uma das especialidades da unidade é a investigação de políticos — nos últimos dois anos, o Gaeco prendeu quatro vereadores na cidade .

A coordenadoria estadual do Gaeco só confirmava, até a tarde de ontem, os nomes dos promotores que atuarão na unidade de Maringá — Arisângela Cristina Vargas da Silva e Laércio Januário de Almeida. Ambos já atuam em promotorias criminais de Maringá.

Segundo a coordenadoria, eles ficarão dedicados em tempo integral aos trabalhos da unidade. A sede do Gaeco em Maringá será na Avenida Cerro Azul, em frente à praça de patinação.

O delegado-chefe da 9ª Subdivisão Policial, Márcio Amaro, ainda não foi comunicado sobre qual de seus delegados será escalado para a unidade. “Possivelmente o promotor Laércio (Januário) tenha indicado um nome, mas ainda não fiquei sabendo”, diz.

Ótima notícia
O delegado do Núcleo de Repressão ao Crime Organizado (Nurce), Fernando Ernandes Martins, prevê que o Gaeco maringaense siga os passos de Londrina. “Para Maringá é ótimo o anúncio da chegada do Gaeco,porque conta com promotores. Às vezes, a polícia tem que investigar algum crime que tenha conotação política e pode sofrer alguma pressão, uma vez que é um orgão do Executivo”, diz.

“Neste governo nunca aconteceu isso. Mas há colegas que dizem que já sofreram bastante pressão de políticos por estarem investigando determinada coisa, principalmente quando o assunto envolve patrimônio público”, ressalva. Fonte: O Diário, reportagem de Fábio Linjardi

Leia mais >>

Rossoni Confirma Reunião do Diretório Estadual PSDB na Segunda-Feira

O diretório estadual do PSDB se reúne na próxima segunda-feira (dia 22), às 10 horas, no Hotel Bourbon, em Curitiba, para oficializar o nome do pré-candidato do partido ao governo do estado.

“Vamos indicar o candidato, que terá o apoio total do diretório estadual na convenção de junho. Todos os tucanos estão convidados a comparecer na segunda”, afirmou o deputado Valdir Rossoni, presidente do PSDB no Paraná.

Leia mais >>

Israel no Haiti - a resposta desproporcional

Missão israelense no Haiti é a que mais atende feridos graves

O hospital de campanha montado pela equipe humanitária israelense no Haiti está sendo chamado pelas demais equipes internacionais de socorristas de "Hospital Rolls Royce", por conta do número e da qualidade de recursos disponíveis. A capacidade de atendimentos prevista para o hospital é de 500 pacientes por dia, mas é comum que esta quantidade seja ultrapassada, por conta do enorme número de pessoas feridas.

Desde o último dia 13 de janeiro, quando diversas missões internacionais começaram a se instalar na capital haitiana para prestar socorro às vítimas do terremoto que devastou o país, a base dos israelenses tem atendido aos casos mais urgentes. Com um longo histórico de missões humanitárias ao redor do mundo, os mais de 200 homens e mulheres israelenses conseguiram instalar em Porto Príncipe um centro com uma farmácia completa; uma ala pediátrica; um departamento de radiologia de alta tecnologia; uma Unidade de Terapia Intensiva completa, e ainda uma sala de emergência; duas salas de cirurgia; uma maternidade e um departamento de medicina interna.

Mais da metade do contingente de Israel no Haiti é composto de militares especializados em busca e resgate sobre ruínas e identificação de corpos. O restante da missão possui 40 médicos, 44 enfermeiras e 20 paramédicos, todos pertencentes à Magen David Adom, organização equivalente à Cruz Vermelha de Israel. Por ser o mais equipado, o hospital de campanha israelense tem recebido os casos mais graves, cujas demais unidades internacionais não têm capacidade de atender. Um destes casos foi o de uma mulher grávida ferida num desabamento e em avançado trabalho de parto. O menino foi batizada de "Israel", em homenagem aos paramédicos. A equipe da rede ABC filmou o procedimento.
Uma mulher haitiana grávida de oito meses chegou ao hospital de campanha das Forças de Defesa de Israel no país. Ela deu à luz um menino saudável, que recebeu o nome de Israel

Israel tem uma ampla experiência na atuação em eventos desta natureza, como demonstram os exemplos abaixo:

Terremoto na Armênia (dezembro de 1988) – as equipes de resgate operaram durante 12 dias auxiliando a salvar as pessoas presas nas ruínas;

Terremoto no México (setembro de 1985) – as equipes de resgate operaram durante 16 dias, salvando 55 pessoas das ruínas;

Terremoto na Grécia em 1999 – as equipes de resgate auxiliaram a resgatar diversos sobreviventes;

Ajuda às vítimas de um terremoto na Turquia em 1999 – Foram enviadas duas equipes de resgate e construído um hospital de campanha. A delegação resgatou 12 sobreviventes e 140 vítimas. O hospital atendeu 1.200 pacientes, efetuou 40 cirurgias e a equipe ajudou 15 mães a dar à luz;

Após a explosão de um carro bomba perto da Embaixada Americana do Quênia, em 1998, a equipe de resgate trabalhou para localizar e resgatar 96 vítimas. Esta equipe foi a primeira a chegar ao local do atentado;

Ajuda às vítimas de uma explosão de um carro bomba no Sinai Hilton Hotel em 2004, a equipe de resgate de Israel chegou à cena da explosão e ajudou a resgatar diversas pessoas presas nas ruínas do hotel;

Atentado à AMIA (comunidade judaica) de Buenos Aires, Argentina, em junho de 1994. As equipes trabalharam durante nove dias para resgatar os feridos, dentre eles, 81 mortos.

Matérias publicadas pela imprensa brasileira e internacional sobre a atuação de Israel no Haiti:

Veja um vídeo da CNN sobre a atuação de Israel no Haiti: acesse aqui.
Veja a reportagem especial “Israel envia equipes de salvamento para o Haiti” feita pela correspondente da GloboNews em Tel-Aviv, Daniela Kresch:acesse aqui.
Veja a reportagem exibida no programa "Fantástico", da Rede Globo, com imagens do salvamento de uma pessoa pela equipe israelense no Haiti:acesse aqui.
Veja o vídeo com a chegada e montagem do hospital de campanha de Israel no Haiti: acesse aqui. O jornal O Globo destacou, em sua capa, uma criança haitiana sendo atendida por médicos israelenses. Acesse aqui.

Israel: resposta desproporcional

Muitos líderes e países do mundo acusam Israel de responder desproporcionalmente às agressões do Hezbollah no Líbano e do Hamas em Gaza. Entretanto, é tempo que a mídia internacional fale de outra resposta desproporcional de Israel. O terrível terremoto que devastou o Haiti tem gerado respostas de muitas nações. Os Estados Unidos mandaram suprimentos e pessoal. A Inglaterra mandou 64 bombeiros e 8 voluntários. A França mandou tropas para ajudar na “procura e salvamento”. Muitos países mandaram dinheiro. Já o mundo muçulmano e árabe mandou... nada! Israel, uma nação de 7,6 milhões de pessoas mandou um time de 220 pessoas que inclui pessoal médico e um hospital no Haiti, que tratará de 500 pessoas por dia, com um grupo de “procura e salvamento” especializado e suprimentos médicos. Isto foi feito da mesma maneira como agiu em outros terremotos, como em Gujarat na Índia, em 2001, e na Turquia. Israel tem sido dos mais generosos em auxílio e assistência. A Turquia parece ter esquecido isso, e está se aconchegando ao Irã. O juiz Goldstone, que apresentou um trabalho condenando Israel na operação contra o Hamas em Gaza, onde está você agora? A ocupação favorita da ONU parece ser demonizar Israel. Resoluções condenando Israel continuam sendo feitas, enquanto Sudão, China, Rússia e outros continuam com seus crimes contra as minorias. Penso que já é tempo para o mundo saber da resposta desproporcional de Israel (David Roizenblit, de Israel - tradução: Jayme Gudel - Extraído de http://www.jornalalef.com.br/ - http://www.beth-shalom.com.br). Colaboração: Embaixada de Israel no Brasil, Victor Grinbaum e Sergio Rosenboim

Leia mais >>

Justiça também barra greve dos guardas municipais

O Município entrou com o pedido de liminar contra o movimento, alegando que a paralisação colocaria em risco a população curitibana

A greve dos guardas municipais, marcada para iniciar na segunda-feira (22) foi barrada pela Justiça no final da tarde desta sexta-feira (19). A decisão é similar ao texto que também impede a paralisação dos policiais civis do Paraná, que estavam prontos para iniciar a greve neste sábado (20).

O Município entrou com o pedido de liminar contra o movimento, alegando que a paralisação colocaria em risco a população curitibana. Em seu despacho, o juiz Roger Vinicius Pires de Camargo Oliveira, da 3ª Vara da Fazenda Pública, considerou o serviço essencial e determinou a manutenção integral das atividades de todos os guardas municipais.

Em caso de descumprimento, o juiz estipulou multa diária de R$ 10 mil ao Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba (Sismuc) e autorizou o desconto de salários e vantagens funcionais relativos aos dias em que houver paralisação.

A categoria, que estava em negociação com a Prefeitura há um mês, exige a garantia de R$ 1,3 mil de salário-base, além da gratificação. A Prefeitura garante os R$ 1,3 mil até o ano que vem.

A proposta do Município antecipa em um ano e oito meses o prazo previsto para atingir esta remuneração, que é dezembro de 2012. Para chegar a este valor, foi oferecido um ganho real de 6%, somado a uma reposição salarial, em abril de 2010, na data-base dos servidores, e o porcentual restante em abril de 2011.

Greve vai acontecer - Mesmo assim com a decisão judicial, o Sismuc afirmou no início da noite que a paralisação está mantida e apenas 30% do efetivo vai trabalhar na segunda-feira. As manifestações també, vão acontecer. O Sindicato garantiu que vai tentar cassar a liminar ainda no final de semana, mas, caso seja necessário, vai pagar a multa imposta. Fonte: Bem Paraná

Leia mais >>